Traumas de guerra retratados no cinema



ImageQuando a violência aumenta na Faixa de Gaza e em Israel, estreia nas salas de cinema de todo o país o filme de animação autobiográfico A Valsa com Bashir, de Ari Folman. O próprio realizador é a personagem principal deste filme, que retrata o processo de recuperação da memória, por parte de um ex-soldado Israelita, dos episódios vividos durante a primeira Guerra do Líbano, em 1982.

O filme, que recebeu já vários prémios, vai servir de mote a três debates que decorrerão no Cinema King, em Lisboa, numa parceria da Atalanta Filmes com o jornal Le Monde Diplomatique.

A Amnistia Internacional Portugal vai participar no primeiro destes debates, centrado no tema “A Primeira Guerra do Líbano: os Massacres de Sabra e Chatila”. A sessão contará ainda com a presença dos jornalistas José Goulão e Lumena Raposo. Para assistir, pelas 23 horas do dia 16 de Janeiro.

Decorrerão depois mais dois debates. O primeiro acontece pelas 23 horas do dia 23 de Janeiro, centrado no tema “O Trabalho de memória e os traumatismos do Pós-Guerra”, que contará com a presença de Afonso Albuquerque, psiquiatra, e António Louçã, historiador e jornalista. O último dos debates decorre a 30 de Janeiro, sob o tema “A utilização do cinema de animação”, com convidados a confirmar.

Os três debates, de entrada gratuita, são sempre precedidos pela transmissão do filme, pelas 21h30 (cujo bilhete é pago). O público pode ainda optar por participar no debate, sem ter necessariamente de assistir ao filme.

FONTE: 08-Jan-2009, Amnistia Internacional Portuguesa (www.amnistia-internacional.pt)

Sem comentários: