Amnistia denuncia «parcialidade» dos EUA perante ataques israelitas


A Amnistia Internacional denunciou, esta sexta-feira, a «parcialidade» dos Estados Unidos perante a resposta «desproporcionada» de Israel na Faixa de Gaza e apelou a Washington a suspender as suas entregas de armas aos israelitas.

Numa carta dirigida à secretária de Estado norte-americana, Condoleezza Rice, a organização de defesa dos Direitos Humanos mostra-se consternada com a «parcialidade da resposta do governo norte-americano» à situação em Gaza e com a «ausência de esforços para melhorar a situação humanitária em Gaza».

«Sem minimizar a responsabilidade do Hamas e de outros grupos armados palestinianos nos ataques deliberados e indiscriminados contra civis israelitas, o governo dos Estados Unidos não deve ignorar esta resposta desproporcionada e as políticas de longa data» que colocaram Gaza à beira de um «desastre humanitário», lê-se na missiva.

A Amnistia mostra-se também preocupada pelo facto de «as armas e equipamentos militares entregues pelos Estados Unidos a Israel» estarem a ser utilizados pelo Estado hebreu para «atacar» zonas de civis.

Neste sentido, a organização defendeu que os Estados Unidos suspendam as entregas de armas e apurem o que está a ser feito ao nível de «violações dos direitos humanos» na região.

FONTE: TSF, 02 JAN 2009

Sem comentários: